Bamaq agora é GWM

Inovação, tecnologia e possibilidade de oferecer experiências aos clientes fazem grupo mineiro aceitar a representação da marca premium de carros chineses.



O alinhamento com marcas premium e  que remetem à inovação e tecnologia fez com  que o Grupo Bamaq aceitasse o desafio de  representar, a partir do próximo ano, a GWM  (Great Walls Motors). O fabricante chinês de  carros elétricos e híbridos de luxo pretende  produzir modelos no Brasil, a partir da planta  de Iracemápolis (SP), comprada da Mercedes- Benz em 2021.


O grupo mineiro foi nomeado para ter a  concessionária em Belo Horizonte, além de  duas no Mato Groso do Sul – em Campo Grande e em Dourados. São cidades estratégias para a Bamaq. Isso porque a Grande BH representa  importante fatia do mercado de Minas Gerais  e os municípios do Centro-Oeste possuem  um agronegócio extremamente forte, onde a  pick-up a ser lançada pela GWM em breve será  bastante competitiva.


Na capital mineira, a nova loja ficará em  ponto nobre da Avenida Raja Gabáglia,  considerado o corredor automotivo de carros  premium/luxo mais importante da cidade. Até  31 de março deve ser inaugurada. “Acreditamos  que a GMW está dentro dos conceitos que  marcam o nosso grupo. Somos seletivos, não  estamos preocupados com volume, mas sim  focados em marcas que agregam valor, que  tenham produtos eletrificados de qualidade e  que ofereçam experiência aos nossos clientes”,  afirma o Head Divisão Automóveis do Grupo  Bamaq, Marcelo Rohlfs.


A Bamaq está na lista dos 28 parceiros de  negócios da marca chinesa – assim a GWM chama seus concessionários. Eles serão  responsáveis pela inauguração de 50 pontos  de vendas e serviços da GWM, com o objetivo  de cobrir 100% do território brasileiro até o primeiro semestre de 2023.


Segundo a empresa, para dar o suporte  ao plano de distribuição de peças e veículos,  também vão ser abertos 30 centros regionais  de distribuição. O plano de expansão da GWM  prevê que a rede autorizada da marca tenha 133  pontos de venda e serviços, distribuídos por 112 cidades, até o segundo semestre de 2024.


Um dos destaques do novo modelo de  varejo pretendido pela GWM é o atendimento  do cliente. Ou seja, o consumidor pode optar  por negociação on-line, no aplicativo e no site  da GWM, ou tradicional, nos pontos físicos da  sua rede, tanto para aquisição ou assinatura  do veículo quanto para os serviços de pós- vendas. Um serviço Pick-up & Delivery em  todos os 5.570 municípios do País, por exemplo,  vai receber ou retirar veículos em casa ou em qualquer endereço desejado.


A montadora chinesa planeja ter três linhas  de produtos no País. O primeiro a chegar é o  SUV Haval H6. Na sequência desembarca o  também SUV mais voltado para o off-road,  o Tank. Outro modelo pretendido chama-se  pick-up Poer. 


O híbrido Haval H6 tem um conjunto de motor a combustão combinado com dois motores elétricos (um em cada eixo). A versão  desenvolvida especificamente para o Brasil traz pacote de acabamentos externos em piano black formado pelas molduras das  janelas, racks no teto, spoiler traseiro e frisos  decorativos. Além de rodas de liga leve de 19  polegadas exclusivas ao mercado brasileiro. A  central multimídia do H6 tem um display TFT  Full HD de 12,3 polegadas com tratamento antirreflexo e conexão com Apple CarPlay e Android Auto sem fio.



Posts recentes

Ver tudo

Per Lui