top of page

Branding - Coffee Mais

O propósito, a experiência e a estratégia da da produtora de café.


Fim de ano é a época com energia  perfeita para analisar os nossos passos, repensar sobre o que deu errado, como poderia ter sido melhor, e com base nisso, começar  a traçar um plano estratégico para o próximo ano. Por isso, é sempre válido munir a mente de  inspirações e pensamentos sábios,  como os aqueles deixados pelos  entrevistados que trago nesta coluna. 


Desta vez, foi a vez do Leonardo  Montesanto, CEO da Coffee Mais, uma das maiores produtoras de café  do mundo, que foi criada por gente  que realmente gosta e tem o café na  raiz, além do desejo de levar café de  qualidade por um preço justo.


Bom, e se tratando de alguém que  já se destacou dentro do segundo  país que mais consome café no  mundo e - ficando atrás apenas dos  Estados Unidos - perguntei como é  saber que o sucesso foi alcançado,  e ele me trouxe algo que a maioria  dos empreendedores que têm sede  de crescimento pensa: ainda dá para  fazer mais.


E apesar de assumir desde cedo  a voz da marca, ele reconhece que  nada tem apenas um dedo e nenhum sucesso se constrói sozinho. Existem  mãos, braços, pernas, e uma grande  responsabilidade. Mesmo assim, é  muito importante que os clientes  saibam e se conectem com uma  pessoa como CEO, para que saiba  que tem com quem contar para  reclamações e demais resoluções.


Quanto ao propósito da empresa,  ele reafirmou o que o marketing  eu sempre falo aqui: cada produto  ou serviço precisa suprir uma  necessidade e ser inovador. As  pessoas precisam se sentir atendidas  como nunca antes, e as formas de  diferenciação podem variar entre  fatores como preço ou novidade. 

Sobre marketing, o Leonardo  sente que hoje é mais difícil do que  no passado, mesmo tendo mais  meios para fazer marketing. Entre  os desafios, citou o alto custo do  marketing digital e a necessidade  de uma mão de obra específica para  executar a operação. Além disso,  percebe que as blogueiras já não  trazem mais o mesmo retorno, e os  canais de comunicação como TV e  rádio também são caros.


Solução? Se conectar com o  cliente em vários pontos. Nenhum  dos canais joga sozinho. Tem que  ter um time muito antenado para  saber pegar as novas “trends” que a toda hora acontece algo novo. Vivemos em um  mundo dinâmico, enérgico e interconectado. 


E como sabemos que um marketing  assertivo é reflexo de um posicionamento bem  definido, perguntei o que a Coffee Mais busca e  qual é a sua visão para o futuro. Ele, então, me contou que deseja ser uma marca Premium, mas também acessível. Como nasceram com  o propósito de democratizar o café no Brasil -  que sempre foi exportado - querem que todos  os brasileiros tomem o café que merecem, a  ponto de ter orgulho do nosso país ao olhar as  prateleiras de supermercados internacionais. 


E isso, na realidade, é mais que um propósito  para o Leonardo. É um sonho - a mais forte  mola propulsora para o sucesso.

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page