Casa Fiat de Cultura apresenta seu novo presidente



A Casa Fiat de Cultura tem novo presidente. Massimo Cavallo, que está há 28 anos no grupo, acaba de assumir o cargo. Situada em Belo Horizonte (MG), a Casa Fiat de Cultura é uma instituição já consolidada no mundo das artes, por sua pluralidade e por ser uma referência no Brasil na realização de grandes exposições. 


Massimo Cavallo é graduado em Economia e Gestão de Negócios pela Università degli Studi di Torino, e tem formação na área de humanas e artes. Ele está delineando as diretrizes da nova programação da Casa para os próximos anos e  adianta que os projetos serão pautados no espírito de brasilidade e italianidade, sempre com atenção às questões do mundo contemporâneo e às transformações da sociedade. 


As iniciativas culturais e educativas trarão múltiplas linguagens e expressões artísticas, mantendo o formato híbrido como forma de promover experiências inovadoras e ampliar o acesso do público. "A Casa Fiat de Cultura é uma expressão do compromisso da Fiat com o desenvolvimento humano, social e cultural da sociedade e é nosso objetivo continuar a apresentar ao público a melhor arte produzida no mundo, com temas que fazem conexão com a diversidade, a inclusão e a transformação. Continuamos a buscar e expor o que há de mais expressivo na arte mundial. Mas também estamos cada vez mais atentos ao que se produz em Minas e no país, sempre pesquisando as tendências da cena cultural contemporânea. É por isso que a Fiat, há 46 anos, está no Brasil produzindo mais do que carros. Estamos gerando encontros, conhecimento, cultura e desenvolvimento. E, sobretudo, paixão", destaca Massimo. 



Posts recentes

Ver tudo

Per Lui