top of page

Conteúdo virtual, impacto real

Consultora em desenvolvimento de carreiras e negócios explica como funciona o método de sua autoria que ajuda a solidificar e fortalecer marcas.


Foto: Cláudio Appolinário


“Sucesso é movimento”: este é o mantra de Isabela Lapa, mentora e consultora em desenvolvimento de carreiras e negócios a partir de técnicas de branding e marketing digital. Com MBA em Marketing Digital pela USP, ela criou o Método 8C, curso on-line com itinerário de oito etapas para solidificar e fortalecer a marca de uma empresa.


Desde 2020, já atendeu mais de 800 alunos em diversas regiões do País – desses, 99% são mulheres. Isabela também trabalha com mentorias individuais e em grupo, focada na estruturação de marcas, e na produção de conteúdo para vendas no Instagram. Nesta entrevista ao CIDADE CONECTA, Isabela entrega algumas de suas estratégias e conta histórias de clientes bem-sucedidas.


Hoje muito se fala sobre branding e marketing digital, mas muitas pessoas ainda se perdem nos conceitos. O que eles significam?


Branding, de forma bem simples, é gestão de marca, de todos os pontos de contato com os clientes, on-line e off-line. Ela é central para haver coerência entre imagem, linguagem e sensações geradas pela comunicação, experiência do cliente e percepção de valor sobre o produto ou o serviço. A partir dessas definições, aplicamos as estratégias de marketing digital, para que o negócio tenha uma presença eficiente, não apenas nas redes sociais, mas também em outros canais virtuais.


Qual perfil de empreendedor pode aplicar essas técnicas para alavancar seu negócio?


Todos precisam e devem utilizar o digital, o principal caminho para quem quer crescer, atrair novos clientes e consolidar o relacionamento com os já existentes. Mas é preciso aplicar essas estratégias com base no tamanho do negócio e nas possibilidades de investimento. Para começar, basta um celular, acesso à internet, e claro, conhecimento. Como ensino no Método 8C, é preciso definir conceitos básicos: o que é o negócio, com quem ele fala e como ele se diferencia. A partir daí, basta criar um plano de conteúdo eficiente, capaz de garantir uma presença digital assertiva e de conduzir a audiência no caminho entre engajamento e compra.


Mas as redes sociais estão entupidas de conteúdo. Como fazer para se destacar?


Gestão da marca é o ponto central para mapear as características únicas de um negócio. Mas vale ressaltar que, a despeito do grande volume de publicações, pouca gente produz conteúdo com personalidade, que agrega valor, aumenta a percepção do cliente e gera impacto real.


No que consiste exatamente o Método 8C?


É uma metodologia exclusiva, em que aplico técnicas de branding, marketing e vendas às redes sociais. Toda a estrutura é pautada no que chamo de “Tríade da Solidez”, uma análise de três pontos centrais em todo negócio: marca, mercado e cliente. Por meio dela, é possível construir conteúdos on-line intencionais, capazes de envolver a audiência e transformar seguidores em clientes. O curso já conta com mais de 800 alunas de áreas diversas, como lojistas, médicas, arquitetas, consultoras de imagem, contadoras, artesãs e chefs.


Nesse processo de conhecimento digital, o que é mais difícil para as pessoas entenderem?


O papel da rede social dentro do negócio. Infelizmente, grande parte dos cursos de marketing digital foca em seguidores, curtidas e viralização de conteúdo. Isso tira a atenção dos lugares certos: fortalecimento da marca, relação com o cliente e meta de vendas. Excelentes profissionais têm medo de se comunicar e se frustram diante de publicações com baixo engajamento, o que leva à paralisia completa.


Você trabalha majoritariamente com mulheres. Foi um caminho natural ou uma escolha?


Foi uma escolha motivada por razões pessoais, e também por uma estratégia de mercado. Quero ver mais mulheres conquistando espaço e força no mercado. Uso minha trajetória e meu estilo de vida para criar conexão e identificação, o que facilita o foco em mulheres.


Você deve ter histórias muito interessantes dessas quase mil mulheres que já atendeu... Conte uma ou duas pra gente.


É difícil escolher. Mas sempre me lembro da Leiliane Martins, médica mastologista que procurou o Método 8C ainda na residência, com dois objetivos: conseguir um emprego em sua cidade natal, no Maranhão, e aprender a comunicar o câncer com um viés humanizado e foco na vida, não na doença.

Com seu conteúdo, ela atingiu ambas as metas. Já saiu de São Paulo com emprego no Maranhão, onde atualmente dá aula e atende a hospitais, e impacta a vida de muitas famílias com mensagens leves, mesmo diante de um tema difícil. Outra história é a da contadora Bárbara Maciel, que, por meio de uma comunicação inteligente e repleta de personalidade, expandiu seu escritório de contabilidade, ampliou o espaço e hoje atende não apenas seus clientes, como ensina novos contadores a conquistarem espaço no mercado.


bottom of page