Dia do Rock: cinebiografias imperdíveis

Nesta quarta-feira, 13, é celebrado o Dia do Rock, uma data para relembrar e consumir um dos principais movimentos culturais de todos os tempos. Sendo assim, o Cidade Conecta reuniu alguns filmes que contam a história de verdadeiras lendas do Rock.



Elvis


A grande novidade do momento, o longa, dirigido por Baz Luhrmann. , mostra a ascensão de um dos mais famosos nomes do gênero, Elvis Presley (Austin Butler). A obra mostra detalhes da carreira do ícone do rock, como o complicado relacionamento com o enigmático empresário, Tom Parker (Tom Hanls), que durou cerca de 20 anos. Além disso, a obra mostra toda relação do cantor com a cultura negra americana. O filme também traz a relação do artista com Priscilla Presley, interpretada por Olivia DeJonge.


Cazuza - O tempo não para


O rock nacional também tem artistas marcados na história da música, um deles é Cazuza. Mostrando a trajetória profissional e pessoal de cantor, o filme aborda desde o início da carreira, em 1981, até os momentos difíceis vivenciados antes de sua morte em 1990, aos 32 anos. Além disso, é possível conferir um pouco do sucesso com o Barão Vermelho, a carreira solo, as músicas que falavam dos anseios de uma geração, o comportamento transgressor e a coragem de continuar a carreira mesmo debilitado pela aids.


Get On Up - A História De James Brown


Rei do Rock, do Soul e do que mais ele quisesse, James Brown, um dos maiores artistas de todos os tempos, é interpretado pelo grandioso Chadwick Boseman em uma cinebiografia surpreendente. O filme retrata sua vida, passando por sua infância pobre na Carolina do Sul, a adolescência e até o estrelato, que o transformou em uma das fugiras mais importantes da música para o século 20.


Tina - A verdadeira história de Tina Turner


Protagonizado pela impecável Angela Bassett, no papel da lendária cantora Tina Turner, o longa retrata a vida da artista desde a infância até a ascensão à fama. Além disso, traz os momentos difíceis, como os abusos que sofreu pelo marido Ike Turner (Laurence Fishburne). Os dois protagonistas foram indicados ao Oscar em 1994 pelo longa.


Não estou lá


A história de Bob Dylan ganha diferentes olhares na produção "Não Estou Lá". Isso porque o filme é dividido em histórias diversas e não lineares, onde figuras personificam partes da história do músico, tirando inspiração de muitas de suas canções. Uma das curiosidades do longa é que Cate Blanchett foi escalada para interpretar Jude Quinn, representando uma fase dos anos 60 de Dylan. A atriz foi indicada ao Oscar por sua interpretação. O elenco ainda conta com Christian Bale, Richard Gere, Heath Ledger e mais.