Inter atinge 20 milhões de clientes

Banco digital celebra a marca nas redes sociais e convida os brasileiros a “serem livres”.



Dois fatos importantes marcaram a trajetória do Banco Inter nesta semana. Uma delas, celebrada pelo presidente João Vítor Menin em sua conta no Twitter – e compartilhada pelo seu pai, Rubens Menin, que também faz parte do conselho da instituição – é a marca de 20 milhões de clientes atingida em 2022.


“Nossa Nação Laranja chegou a 20 milhões de pessoas que se cansaram do óbvio e estão aqui pra serem livres”, diz o texto do banco nas suas redes sociais. “Pra não complicar o que é simples, não pagar o que não precisa ser cobrado e não baixar o que não precisa ser baixado. Vem comemorar com a gente”, convida. Fundado em Minas Gerais, o Inter é um dos primeiros bancos digitais do País.


NASDAQ


Outra notícia importante acerca da instituição nesta semana é que Banco Central homologou a reorganização societária da empresa, aprovada em assembleia geral extraordinária no último dia 12 de maio.


Segundo o portal especializado em finanças InfoMoney, na assembleia, foi aprovada a reorganização societária com vistas à migração da base acionária do Inter para a Inter & Co, Inc., sociedade constituída de acordo com as leis da jurisdição de Cayman, com a listagem de suas ações no índice Nasdaq, da bolsa de valores nos Estados Unidos, e com negociação de certificados de BDRs Nível I, lastreados em Class A Shares de emissão da Inter&Co, na B3.


Segundo o site, ainda há outros passos a serem traçados, como verificação (ou renúncia, conforme o caso) do cumprimento das condições precedentes ao desembolso, em favor da Inter Holding Financeira S.A., de financiamento a ser por ela contratado junto a instituições financeiras, no valor de até R$ 1,150 bilhão, para fazer frente ao resgate das ações preferenciais resgatáveis da HoldFin correspondentes à Opção Cash-Out.


FOTO / Divulgação CC / Inter

BOA NOTÍCIA GERA NOTÍCIA BOA!

OFERECIMENTO

1/1