Inter&Co comemora estreia das ações na Nasdaq em Nova York

Após a conclusão do processo de reorganização societária, papéis do banco digital mineiro passam a ser listados nos Estados Unidos.


A Inter&Co estreou nesta semana na Nasdaq com a negociação de suas ações ordinárias de Class A. O Inter foi o primeiro banco digital a abrir capital na B3, em 2018, e agora está realizando uma transação inédita, com a migração da base acionária do Brasil para os Estados Unidos, mantendo BDRs negociados na B3.


“A listagem na Nasdaq marca mais um grande capítulo da nossa história. Ter nossas ações listadas na Nasdaq fortalece nosso posicionamento como uma empresa de tecnologia global, além de nos dar acesso ao mercado de capitais mais maduro do mundo", comenta o CEO da Inter&Co, João Vitor Menin.


Segundo ele, ao longo dos últimos anos, o Inter se transformou no mais completo Super App do mundo ocidental, com 20 milhões de clientes e uma ampla oferta de produtos e serviços. “Nossa missão de incluir as pessoas financeiramente continua e fazemos isso combinando tecnologia e uma proposta de valor justa para os clientes, com soluções que simplificam a vida das pessoas”, acrescenta.


O Inter iniciou sua operação nos Estados Unidos com a oferta de uma conta global focada em imigrantes e aos brasileiros que viajam ao exterior, além de uma plataforma internacional de investimentos para quem deseja investir no mercado de ações nos EUA.


A Inter&Co planeja replicar naquele país o modelo de negócios implementado no Brasil. “Iniciamos expansão internacional da companhia começando pelo mercado americano e estamos animados para esta nova etapa de nosso desenvolvimento", ressalta o CEO da empresa.


No Brasil, os BDRs da Inter&Co são negociadas na B3 sob o ticker "INBR31", apoiado pelas ações ordinárias de class A listadas na Nasdaq.



Fotos: Divulgação CC / Banco Inter

BOA NOTÍCIA GERA NOTÍCIA BOA!

OFERECIMENTO

1/1