Jornalista lança livro sobre famílias que produzem Queijo Canastra

A publicação envolve também um documentário, curtas de um minuto e um hotsite.


Na semana da gastronomia mineira, um livro chega para exaltar um dos principais sabores do Estado, o livro-reportagem “Rota do Queijo da Canastra”, da editora D`Plácido, escrito pela jornalista mineira, Lorena K. Martins.


Com uma série de reportagens sobre o modo de vida dos produtores da Serra da Canastra e suas produções premiadas, a publicação conta com curadoria do jornalista e especialista em marketing Alex Capella, que envolve também um documentário, curtas de um minuto e um hotsite.


Toda a produção recebeu apoio do Instituto Sociocultural Brasil-China (Ibrachina) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas e Empresas (Sebrae) com o objetivo de valorizar e internacionalizar ainda mais a produção, cultura e o modo de vida dos produtores da Canastra.


A obra gratuita tem tiragem limitada e será distribuída aos jornalistas, profissionais da gastronomia, produtores e convidados no evento de lançamento, que acontece na próxima segunda-feira, 11, no espaço Casa da Agnes.


Para o evento, a chef Agnes Farkasvolgyi criou um menu especial com amostras dos queijos mineiros citados no livro, e que harmonizam com a cerveja Stella Artois, também parceira do projeto. Na ocasião, os convidados também poderão conferir os vídeos produzidos pela produtora Sixstar Vídeo, com direção do mineiro Gustavo Carneiro.


Todo o conteúdo produzido pelo projeto “Rota do Queijo da Canastra”, em imagem, texto ou vídeo, será disponibilizado pelo hotsite rotadoqueijodacanastra.tur.br


Rota do Queijo da Canastra



Em seu primeiro livro, Lorena buscou ampliar a visibilidade da produção de um dos produtos que mais têm despertado a curiosidade da gastronomia mundial: o queijo Canastra, originado em fazendas dos municípios de São Roque de Minas, São João Batista do Glória, Piumhi, Vargem Bonita, Tapiraí, Medeiros, Delfinópolis e Bambuí.


“A ideia surgiu com a crescente valorização do queijo feito na Canastra, premiado em vários países. Com o interesse internacional voltado para essa produção, criar um material acessível para levar as histórias do queijo ao mercado consumidor é uma forma expressiva de incrementar os negócios, valorizando também o modo de vida dos produtores da região”, afirma a jornalista Lorena Martins.


Hoje, cerca de 800 famílias são responsáveis por manter viva uma tradição secular, e ainda provar ao Brasil que aqui se faz um dos melhores queijos do mundo. Em um contexto multiplataformas, a “Rota do Queijo da Canastra” investiga o modo de vida e cultura dessas famílias queijeiras, seu contato diário com a natureza e, principalmente, como se dá a produção do queijo que vem acumulando premiações mundo afora.


“Dá muito orgulho ver que Minas Gerais ganhou 40 prêmios na última edição do Mondial du Fromage et des Produits Laitiers, concurso de produtos lácteos realizado na França e promovido pela Guilde Internationale des Fromagers. Esse é um reconhecimento do trabalho de excelência que os produtores mineiros executam”, ressalta Carlos Melles, presidente do Sebrae.


Serviço:

"A Rota do Queijo Canastra"





BOA NOTÍCIA GERA NOTÍCIA BOA!

OFERECIMENTO

1/1