Leilão na B3 define consórcio responsável pela iluminação pública de Nova Lima

Durante 13 anos, PPP fará investimentos importantes no serviço que  proporciona mais segurança e conforto para a população da cidade.


Foto: Divulgação CC/PNI


Um leilão promovido pela Prefeitura de Nova Lima da parceria público-privada para  a prestação dos serviços de iluminação pública no município na B3 (Bolsa de São Paulo)  estabeleceu prazo de 13 anos para a concessão do serviço na cidade.


Cinco proponentes participaram do pleito vencido pelo consórcio Smart Lux, representada pela corretora Novinvest. Ela apresentou oferta de contraprestação mensal  máxima de R$ 281.145,39, o que representa um deságio de 56,19% em relação ao máximo  previsto em edital. 


O projeto é estruturado em parceria com a Caixa e o Banco Interamericano de  Desenvolvimento (BID), com financiamento do Governo do Japão. O leilão selecionou  a proposta mais vantajosa, mediante critério de menor valor de contraprestação mensal  máxima, para a delegação dos serviços de iluminação pública, incluindo a instalação,  melhoramento, desenvolvimento, modernização, expansão, eficientização energética,  operação e manutenção da rede municipal de iluminação pública. 


“Com esta PPP, além de reduzir pela metade o gasto com energia elétrica do município,  vamos proporcionar mais segurança para a população, seja no convívio noturno em  espaços públicos como na maior atratividade turística e na diversificação econômica  que tanto buscamos para Nova Lima, dentro do conceito de sustentabilidade que a  modernização e a eficiência energética trazem”, explica o Prefeito de Nova Lima, João  Marcelo Dieguez.

Posts recentes

Ver tudo

Per Lui