Minas registra mais de 78 mil novos empregos com carteira assinada em 2022



Minas Gerais segue apresentando bons resultados econômicos e, pelo terceiro mês consecutivo, é a geração de empregos formais que revela esse avanço. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Previdência, , divulgados nesta segunda-feira, 6, em abril foram gerados 20.059 postos de trabalho com carteira assinada, resultado da contratação de 203.232 trabalhadores e do desligamento de outros 183.173 no mês. Já no acumulado deste ano, Minas Gerais já criou 78.443 postos de trabalhos formais.


Isso significa que o Estado ficou em terceiro lugar em saldo positivo na geração de empregos formais, perdendo apenas para São Paulo e Rio de Janeiro, que registraram, respectivamente, a criação de 53.818 e 22.403 vagas de emprego no mesmo mês. O saldo no mês teve também 8.667 vagas a mais que o mesmo período de 2021.


Por setor de atividade econômica, todos os segmentos em Minas registraram desempenho positivo em abril. Serviços liderou a geração de empregos formais, com saldo de 11.446 postos com carteira assinada, seguido por indústria (3.326), agropecuária (2.678), comércio (2.318) e construção civil (291).


De acordo com a diretora de Monitoramento e Articulação de Oportunidades de Trabalho da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), Amanda Siqueira Carvalho, o terceiro resultado positivo na geração de empregos formais no estado reafirma a tendência de expansão do mercado de trabalho. “A criação líquida de vagas de emprego, sobretudo nos setores de serviços e indústria, responsáveis desde janeiro pelos maiores saldos de empregos formais, traz perspectivas otimistas para a economia no restante do ano”, avalia.


Foto: Gil Leonardi / Imprensa MG

BOA NOTÍCIA GERA NOTÍCIA BOA!

OFERECIMENTO

1/1