Patrimar se une à Carvalho Hosken para construir na região do Rio 2, na Barra

Atualizado: 5 de ago.

As duas empresas vão lançar R$ 1,2 bilhão de VGV em empreendimento com apartamentos para todos os perfis familiares, de dois a quatro quartos



A mineira Patrimar e a carioca Carvalho Hosken firmaram parceria para a construção de um grande empreendimento no Rio 2, que fica na região da Barra da Tijuca. O empreendimento tem previsão de ser lançado em 2023 com VGV (Valor Geral de Vendas) de R$ 1,2 bilhão. O projeto, ainda em fase de desenvolvimento, fica numa área de quase 30 mil m2 e vai abrigar apartamentos para todos os perfis familiares, de dois a quatro quartos.


Segundo o CEO do Grupo Patrimar, Alex Veiga, o empreendimento é grandioso, com padrão de acabamento e qualidade. “Além da nossa expertise em inovação, tecnologia, segurança e sustentabilidade já consolidados em BH que estarão presentes nesse espetacular projeto do Rio”, afirma o executivo.


A Patrimar tem feito investimentos importantes no Rio. Desde 2021, já foram mais de R$ 2 bilhões com o Oceana Golf e neste mês de julho com o Atlântico Golf.


Hoje com 22 anos, o Rio 2 conta com cerca de 18 mil moradores. Com administração própria, o local tem 600 mil m2, distribuídos em 24 residenciais, parques, quadras esportivas, shopping, escolas, centro ecumênico e supermercado. Tudo é interligado por ciclovias e calçadas. Os acessos e interior são monitorados por guaritas, além de seguranças em circulação e monitoramento de câmeras.

Já o paisagismo da área comum tem a assinatura de Roberto Burle Marx.


“Quando lançamos o Rio 2 em 1994, sabíamos que ele seria o grande marco do desenvolvimento urbano do Centro Metropolitano na Barra da Tijuca. Ao longo deste período muitas parcerias surgiram e agora anunciamos mais uma com a Patrimar, empresa mineira, que escolheu o Rio de Janeiro para também atuar no segmento de médio e alto padrão. Essa união com certeza trará ainda mais benefícios para o Rio 2 e para a Barra”, comenta o CEO da Carvalho Hosken, Carlos Felipe de Carvalho.


Foto: Divulgação CC / Patrimar