Paula Starling: programa de férias, ainda dá tempo

São diversos cursos oferecidos de inetrcâmbio, sobretudo em países do Hemisfério Norte, no estilo Summer Camp


Colunista: Paula Starling



Para aqueles que deixam tudo para a última hora, ainda dá tempo de se inscrever ou inscrever seu filho em um programa de férias, estilo Summer Camp no hemisfério norte.

Está preocupado com o visto? Alguns países na Europa não exigem esta documentação para brasileiros para estadias de curta duração.


A Inglaterra, por exemplo, é uma excelente opção para quem só agora começou a pensar nessa possibilidade. E não fique achando que a única opção será curso de inglês, porque, para aqueles que já possuem um nível intermediário/intermediário alto, são várias opções para crianças, adolescentes e adultos.


Em Oxford ou Cambridge seu filho pode optar por um curso de robótica, artes ou STEM (ciências, tecnologia, engenharia, matemática). Já para os mais crescidos, a partir de 15 anos, as opções são ainda maiores: extinção da raça (mudança de clima, política e liderança global), filme, empreendedorismo, arquitetura & design, cura do futuro (medicina e doenças), filosofia, literatura e história moderna, dentre outros.


Apesar de aceitarem crianças a partir de oito anos, esteja preparado, papai ou mamãe, para deixar seu “pequeno” com a escola durante o tempo todo. Nesse tipo de programa a acomodação é na escola, junto com estudantes do mundo inteiro. Caso prefira, nos finais de semana você poderá pegá-lo na escola – o difícil vai ser ele querer vir com você.


Em Londres, para os adultos, são inúmeras opções também: moda, fotografia, cerâmica, ilustração, pintura, design de interiores e muito mais. São cursos de curta duração, normalmente uma semana, com carga horária intensiva e com muita aula prática, literalmente os alunos colocam “a mão na massa”.


E por que não a família toda embarcar nessa aventura? É possível colocar as crianças em um curso de inglês, por exemplo, onde além das aulas, elas vão ter atividades sociais, culturais e esportivas durante a tarde e passeios nos finais de semana. E os pais podem também fazer um curso de inglês (no mesmo campus) e à tarde, enquanto seus filhos se divertem, vocês podem “bater perna” por Londres, desbravando essa incrível cidade.


Aqueles estudantes que já estão pensando no futuro, fazer um “Summer Camp” é uma excelente forma de enriquecer o currículo. E para aqueles que já estão aplicando ou pensando em aplicar para universidades no exterior, existem também opções de cursos mais acadêmicos como preparação para os exames de proficiência de inglês, para o SAT e outros exames.


No momento a Inglaterra não está com nenhuma restrição por causa da Covid-19 e portanto a logística é bem fácil. Mas fique atento, conseguir acomodação nessas cidades já é um desafio, em tempos “normais”, com a demanda reprimida pela Covid-19, dependendo do destino escolhido, isso será quase que tarefa “impossível”.


Saiba mais: Intervip: (31) 97129 3088 ou @intervipintercambios