Projeto visa requalificar Vale do Sereno até 2024

Ideia é melhorar a mobilidade e tornar o bairro mais “caminhável”, com a criação de calçadas generosas e de diversas trilhas ecológicas.

O consórcio Vale do Sereno Empreendimentos, com a gestão supervisionada pela Associação das Residências e Condomínios do Vale do Sereno (ARCVS) acaba de lançar o projeto de requalificação do Vale do Sereno. A realização envolve apenas recursos da iniciativa privada, apesar do apoio da prefeitura de Nova Lima, que não terá custo algum.

A proposta é promover uma readequação urbanística no bairro, de forma a otimizar a mobilidade e garantir mais opções de lazer e convivência para os moradores. A previsão é de que as obras de revitalização comecem ainda em 2022 e durem dois anos.

Entre os objetivos principais, o projeto prevê tornar o bairro mais “caminhável”, com calçadas generosas, e permitir que os moradores tenham acesso a tudo o que o precisam com um deslocamento a pé de até 15 minutos, em vez do privilégio aos carros. Para isso, serão criadas travessas entre as ruas e calçadões com fachadas ativas (com comércio em funcionamento) na rua das Acácias, nas quadras centrais e nas proximidades da Igreja Bom Jesus do Vale.

Haverá ainda um circuito de trilhas ecológicas no entorno do bairro, a fim de incentivar os moradores a saírem de casa e se exercitarem em conexão com a natureza. O bairro abrigará também uma espécie de museu a céu aberto, com obras de artistas plásticos espalhadas por vários locais. Entre as presenças já confirmadas está o Instituto Amílcar de Castro.

O prefeito de Nova Lima, João Marcelo Dieguez, afirma que é tarefa do poder público apoiar iniciativas como essa, a fim de promover o desenvolvimento sustentável das regiões, junto com a sociedade civil.

“Essa proposta está muito alinhada ao conceito de smart city. Muitas vezes, quando pensamos nesse conceito, ele está só ligado ao aspecto tecnológico, globalizado, mas é muito mais que isso, é poder morar perto de onde trabalhamos, nos divertimos e este é o principal conceito apresentado aqui”, observa.

A partir do conceito de Novo Urbanismo, o projeto considera ainda as práticas de ESG - sigla em inglês que se refere a boas práticas ambientais, sociais e de boa governança - e de Place Branding, que identifica e potencializa a vocação de uma cidade ou de um lugar, para torná-lo mais conhecido.

De acordo com o idealizador do projeto, André Ayres, a vocação e a marca Vale do Sereno estão intimamente ligadas à qualidade de vida. “Associadas à sua ótima localização, empreendimento imobiliário de alto padrão, um vasto leque de comércio e serviços e rodeada por uma natureza exuberante, integra o conceito-chave de centralidade urbana que, por sua vez, se junta à experiência de potencializar o convívio social entre os moradores do bairro”, contextualiza.


Fotos: Divulgação CC / Vale do Sereno Empreendimentos

BOA NOTÍCIA GERA NOTÍCIA BOA!

OFERECIMENTO

1/1