top of page

Reabertura do Minascentro alavanca turismo no Estado

Volta do empreendimento no formato de concessão traz economia de R$ 1,5 mi ao ano.


Foto: Acerco Codemge


O Minascentro ultrapassou a marca de cem eventos realizados, após a concessão de uso ao setor privado, realizada pela Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge). Esse número significa um crescimento em torno de 20% com relação a 2017, último ano de funcionamento antes de ter sido fechado para reformas.


As consequências desse aumento de eventos no tradicional espaço mineiro gerou impactos econômicos na área de hotelaria, com alta nos índices de ocupação desde a reativação do empreendimento: salto de quase 15 pontos percentuais.


O diretor-presidente da Codemge, Thiago Toscano, ressalta que, dessa forma, a população passa a usufruir de bens e serviços mais bem geridos. Por sua vez, a companhia se qualifica cada vez mais como estruturadora de projetos de concessão no Estado. “É uma empresa que vai se tornando referência em elaborar e fornecer bons projetos para o mercado”, sintetiza.


O diretor de Gestão de Ativos e Mercado da Codemge, Sérgio Cabral, sublinha a importância da reabertura do Minascentro no formato de concessão. “O benefício é trazer geração de emprego e de impostos e trazer movimento e dinamismo econômico, que é a nossa função”, aponta.


Na análise do diretor, justamente por eventos atraírem efetivamente a geração de negócios, turismo e eventos estão intimamente ligados ao desenvolvimento econômico. “Trazem para Minas Gerais geração de empregos, receitas tributárias e acabam fomentando os comércios locais por conta da quantidade de pessoas atraídas para os eventos”, complementa.

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page