Reforma deixa Aeroporto de Confins mais confortável

Obras no Terminal 1 ficam prontas até dezembro e incluem novas salas de embarque e modernização da arquitetura.



Até dezembro, o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, ficará mais confortável para os usuários. É o que prometem os administradores, com a nova etapa da reforma do Terminal de Passageiros 1.


As obras da sala de embarque, que incluem o novo canal de inspeção e também os portões 3, 4, 5 e 6, estão avançadas. Também será finalizada parte das intervenções que refletem no saguão.


O aeroporto já conta com 26 pontes de embarque divididas entre os terminais de passageiros 1 e 2. Dos portões 1 ao 16, todos fazem parte do Terminal de Passageiros 1. Do 17 em diante, compõem o Terminal de Passageiros 2.


O projeto de modernização do Terminal de Passageiros 1 é assinado pelo escritório Fernandes Arquitetos Associados e prevê a ampliação das áreas comerciais, assim como a revisão dos fluxos e processos – que englobam raio-X, check-in, restituição de bagagens, salas e portões de embarque. As intervenções demandam investimentos da ordem de R$ 100 milhões.


O conceito arquitetônico visa transformar a antiga estrutura em uma nova ambiência que atenda as demandas atuais de movimentação, sem descaracterizar o projeto original, de autoria do arquiteto Milton Ramos. A ideia desse novo conceito é trazer para o terminal uma matriz conceitual com o lema “De Minas para o Mundo”. “Para que a arquitetura se caracterize como um meio de identificação e valorização da história e da cultura mineira”, explica o gestor de Desenvolvimento Aeroportuário da BH Airport, Gustavo Anfra.


As obras em andamento também englobam as novas operações comerciais e contribuíram para a inauguração, no primeiro semestre deste ano, de vários restaurantes de redes conhecidas.


Em breve vai ser inaugurada uma megastore da Dufry, já que a empresa estendeu seu atual contrato de Duty Free até 2029.


Fotos: Divulgação CC / BH Airport


Posts recentes

Ver tudo

Per Lui