• maio 17, 2024
  • 4 minutos

Arena MRV é finalista em concurso internacional de tecnologia

Arena MRV é finalista em concurso internacional de tecnologia

Estádio do Atlético é considerado como o mais tecnológico das Américas e agora está concorrendo pelo reconhecimento global

Vista da Arena MRV
Arena MRV é finalista em concurso internacional de tecnologia (Foto: Pedro Sousa)

A Arena MRV, estádio do Atlético Mineiro, foi selecionada como finalista para o prêmio Transformation Trailblazer, que faz parte do Cisco Customer Advocate Awards Américas 2024. A arquitetura de conectividade da Arena foi desenvolvida pela Nexa Tecnologia, integradora especializada em tecnologia para a Indústria 4.0, esportes, mídia e entretenimento, em parceria com a Cisco. A premiação acontecerá no Cisco Live, evento que está programado para ocorrer de 2 a 6 de junho no Mandalay Bay Convention Center, em Las Vegas, no estado de Nevada, Estados Unidos.

Leia mais:

Vítimas da tragédia em Brumadinho destinam R$ 2,2 mi ao Rio Grande do Sul

De acordo com um relatório da consultoria MarketsandMarkets, o mercado de tecnologia esportiva deve atingir US$41,8 bilhões em 2027, praticamente dobrando o seu tamanho atual. Esse crescimento pode ser atribuído ao foco crescente em proprietários que buscam envolver os fãs nos estádios utilizando a tecnologia para gerar novas receitas extras com vendas e melhorar a experiência completa, aumentando a capacidade de fidelização.

A Arena MRV conta com mais de 800 pontos de acesso Wi-Fi de alta densidade, proporcionando uma experiência conectada sem precedentes para os mais de 45.000 fãs e visitantes. Além disso, a estratégia de segurança multicamadas se destaca como exemplo de segurança cibernética holística, que garante a proteção dos dados e dos usuários de forma mais integrada.

Projeto pioneiro

O projeto é pioneiro na implementação do WiFi 6 de alta densidade na América Latina, oferecendo um avanço significativo em termos de capacidade, velocidade e segurança de conexão. “A Arena MRV se posiciona na vanguarda da adoção dessas novas tecnologias. Os visitantes podem adquirir os ingressos, acessar o local, fazer compras e até gamificar a visita pela tela do celular”, ressalta Sergio Eler Costa, diretor de tecnologia.

Para o diretor de tecnologia, a construção do projeto traz uma singularidade comparável às arenas mais avançadas e sofisticadas dos Estados Unidos e Europa. “A união da inteligência artificial com o entretenimento já é uma realidade. Atualmente, existem estádios equipados com a tecnologia Digital Twin (gêmeo digital), que cria uma versão virtual do espaço com dados coletados em tempo real”, afirma.

Segundo o diretor comercial da Nexa, Gustavo Bastos, a indicação da Arena MRV como finalista no prêmio de pioneirismo da transformação digital é um marco significativo que demonstra o avanço e inovação tecnológica alcançados nos últimos anos no Brasil.

“No Brasil, a Arena MRV lidera a revolução tecnológica das arenas esportivas. A tecnologia é mais do que uma ferramenta, é parte essencial para o sucesso da jornada do fã, um plano bem detalhado desenvolvido pelo time de TI da Arena, que se preocupa em impactar positivamente a experiência do torcedor desde o primeiro momento em que ele fica sabendo do próximo evento a ser realizado no local”, pontua.